Utilizando as cores de forma efetiva

Já falamos aqui do valor que as pessoas dão á um logotipo que realmente expresse aquilo que uma marca quer oferecer, também falamos da importância de uma tipografia adequada para criação da identidade visual de seu negócio e hoje falaremos da importância de utilizar as cores de forma coesa e efetiva.

Você pode estar pensando: “Mas como assim? Não existe forma coesa de usar as cores, afinal de contas ao montar uma arte, não devo ter regras”.
De fato a arte não tem regras e nunca terá, mas basta testarmos e veremos que o roxo combina com o verde, mas dificilmente com o azul.

Além disso, ao criar a identidade visual de uma marca, devemos pensar bem nas cores que iremos utilizar, pois cada uma delas transmite uma mensagem e uma sensação. Você deve saber bem qual é a sensação que quer oferecer ao seu cliente pra que a mesma possa realmente ser absorvida.

Pra isso você precisa analisar o seu negócio e fazer um pequeno levantamento do que cada cor transmite para assim, escolher as corretas para o bem de sua marca e identidade visual.

Vamos pegar como exemplo o Vermelho.
É uma cor muito utilizada por restaurantes, lanchonetes e por todo tipo de loja em liquidação. A explicação pra essa utilização é que o vermelho transmite sensação de urgência e incentiva a confiança em adquirir algo, além de criar apetite. Essas marcas não utilizam essa cor à toa. Vamos analisar o vermelho no McDonald’s:

O amarelo mostra clareza e chama atenção, trazendo sentimentos de felicidade, alegria e energia.

Já o azul transmite mais calmaria e segurança. Por esse motivo é mais utilizado em negócios corporativos ou até mesmo por lojas especializadas em produtos aquáticos. Estudos indicam que essa cor serve de estimulante para produtividade e consegue até mesmo diminuir o apetite.

O roxo é associado com realeza, sabedoria e respeito, sendo frequentemente utilizado em produtos de beleza. Representa uma marca, produto ou serviço criativo, inteligente e imaginativo.

Já o laranja é usado para chamar atenção, sendo bom para criar chamadas como: Compre agora! Encontrada como sendo a preferida por compradores compulsivos, representa uma marca amigável, alegre e confiante.

O verde, por sua vez, é associado com saúde, tranquilidade, natureza ou dinheiro, usado nas lojas para relaxar os clientes ou promover questão ambiental. Veja esse exemplo da marca Starbucks:

O produto ou o serviço também é um fator importante a ser analisado na hora de escolher as cores. Procure uma quitanda de açaí que utilize laranja com marrom e creio que terá muita dificuldade de encontrar pelo simples fato de que essas cores não trazem a mínima lembrança ou sensação de estar vendo ou saboreando uma tigela de açaí.

Além das sensações e do serviço, vale muito a pena analisar a opinião das pessoas. Vivemos num tempo onde o público é totalmente ativo e comunicativo, então não é necessário pesquisarmos muito pra sabermos que as pessoas costumam enxergar materiais coloridos com mais qualidade se comparados a materiais impressos em preto e branco ou monocromáticos.

Além disso, você sabia que 84,7% das pessoas na hora de adquirir um produto se preocupam mais com a cor do que com qualquer outro fator? E não só os produtos, as pessoas costumam enxergar marcas que utilizam materiais coloridos com coesão como marcas que transparecem mais sucesso e credibilidade. A combinação de cores correta faz com que seu negócio pareça maior para seus clientes.

Então na hora de escolher as cores para identidade visual de sua marca ou produto, analise bem o serviço que oferece e o público que pretende atingir e na dúvida: O melhor caminho é e sempre será procurar uma equipe profissional.

Escrito por: Amauri Dantas